DTPA – Difteria/Tétano/Coqueluche

Para a prevenção de Difteria, Tétano e Coqueluche. Trata-se de vacina inativada, portanto, não causa a doença. Contém os toxoides diftérico e tetânico, e componentes acelulares da cápsula da bactéria da coqueluche (Bordetella pertussis). A quantidade de toxoide diftérico e de componentes pertussis é menor que na vacina infantil (DTPa).

Via de aplicação — Intramuscular

Indicação

  • Para reforço das vacinas DTPa em crianças a partir de 4 anos de idade, adolescentes e adultos;
  • Gestantes e todos os principais contactantes com o futuro bebê: pai, avós, tios, babás, primos;
  • Todas as pessoas que convivem com crianças menores de 2 anos, sobretudo bebês com menos de 1 ano, incluindo familiares, babás, cuidadores e profissionais da Saúde.

Contraindicações

Pessoas que apresentaram anafilaxia ou sintomas neurológicos causados por algum componente da vacina ou após a administração de dose anterior.

Esquema de doses

  • Pode ser usada para a dose de reforço prevista para os 4-5 anos de idade;
  • Recomendada para o reforço na adolescência;
  • Recomendada para os reforços em adultos e idosos;
  • Para crianças com mais de 7 anos, adolescentes e adultos que não tomaram ou sem registro de três doses de vacina contendo o toxoide tetânico anteriormente, recomenda-se uma dose de dTpa seguida de duas ou três doses da dT;
  • As gestantes devem receber uma dose de dTpa, a cada gestação, a partir da 20ª semana de gestação. Se não vacinadas durante a gravidez, devem receber uma dose após o parto, o mais precocemente possível (de preferência ainda na maternidade).