Pentavalente Acelular

Vacina Pentavalente Acelular

A ​Vacina Pentavalente Acelular (também chamada “penta”) para prevenção de difteria, tétano, coqueluche, meningite por Haemophilus influenzae tipo b, poliomielite e hepatite B. Além disso inclui a tríplice bacteriana acelular (DTPa), a poliomielite inativada (VIP) e a Haemophilus influenzae tipo b (HIb).

Vacina semelhante a hexavalente, com a diferença de não possuir o componente contra Hepatite B. É diferenciada em relação a da rede pública por possuir componentes acelulares e por isso apresenta menor ocorrência de reações adversas.

Também traz o componente da vacina tríplice bacteriana acelular (DTPa), o componente da bactéria Haemophilus influenzae tipo b e vírus inativados (mortos) da poliomielite. Pode conter traços de antibiótico (estreptomicina, neomicina e polimixina B).​

Via de aplicação — Intramuscular​

Indicações da Vacina Pentavalente Acelular

É recomendada para crianças a partir de 2 meses de idade e podem ser aplicadas até os 7 anos.

Contraindicações

  • Maiores de 7 anos;
  • Crianças que apresentaram encefalopatia nos sete dias seguintes à aplicação anterior de vacina contendo componente pertussis;
  • Anafilaxia a qualquer componente da vacina.​

Esquema de doses

Para a vacinação rotineira de crianças (aos 2, 4, 6 meses e entre 12 e 18 meses) as Sociedades Brasileiras de Pediatria (SBP) e Imunizações (SBIm) recomendam o uso da Vacina Pentavalente Acelular ou sêxtupla (hexa) acelulares.​